domingo, 26 de julho de 2009

"DIAGNÓSTICO DE CANCÊR É COMO UM ASSALTO", AFIRMA MÉDICO QUE JÁ TEVE A DOENÇA, EM CONFERÊNCIA INTERNACIONAL

"DIAGNÓSTICO DE CANCÊR É COMO UM ASSALTO", AFIRMA MÉDICO QUE JÁ TEVE A DOENÇA, EM CONFERÊNCIA INTERNACIONAL
Na manhã desta sexta-feira, dia 24, teve início, a VII Conferência Internacional de Onco-Hematologia, realizada na Fecomercio, em São Paulo (SP).



Merula Steagall, presidente de ABRALE (Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia) destacou a importância do evento. "A conferência é uma oportunidade de troca e aprendizado. Queremos diminuir a burocracia, facilitar o acesso e o atendimento aos pacientes", afirmou.

A primeira palestra foi ministrada por Waldir Veiga Pereira, professor titular de Hematologia e Oncologia, Ex-Fellow St. Jude Children''s Research Hospital, membro da Academia Sul Riograndense e membro do Comitê Científico-Médico da ABRALE, com o tema: "O especialista e sua luta particular contra o câncer".

O professor contou que teve câncer duas vezes e relatou aos participantes, como foi para ele, um médico, lidar com esta situação. "O diagnóstico de câncer é como um assalto. É uma sensação ruim. A primeira reação de uma pessoa que constata que tem a doença é a negação. Depois vem a raiva e a revolta. A partir daí começa a fase de conversas com o médico para saber como vai ser feito o tratamento, seguido da aceitação", revela.

Waldir Veiga Pereira, disse que a etapa do diagnóstico é muito dolorosa. "Recebi o diagnóstico com serenidade. Tive a fase da adaptação. Depois vem a incerteza, o medo de deixar de existir, de morrer ou de se separar das pessoas que se ama. Hoje, com os recursos científicos já existentes e com aqueles que podem surgir, o índice de cura pode chegar a 90%", explica.

A VII Conferência Internacional de Onco-Hematologia está sendo transmitida pela Internet, pelo site: www.abrale.org.br. O público pode enviar perguntas que estão sendo respondidas pelos profissionais de saúde.

Hoje, dia 24, no período tarde, serão realizadas outras palestras que terminam às 18h30. Amanhã, dia 25, a conferência terá início às 8h, com término previsto para 18h.



ABRALE

A Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia é uma Organização Não-Governamental (ONG), sem fins lucrativos. Sua missão é divulgar informações e oferecer suporte a pacientes com onco-hematologias (linfoma, leucemia, mieloma múltiplo e mielodisplasia), mobilizando parceiros para que o melhor tratamento esteja disponível no Brasil. A associação oferece atendimentos psicológico e jurídico, além de programas educacionais gratuitamente. Informações podem ser obtidas no site www.abrale.org.br ou pelo telefone 0800 773 99 73