terça-feira, 4 de agosto de 2009

CRESCIMENTO DOS CABELOS, CALVÍCIE E TRANSPLANTE: MITOS E VERDADES

É inegável o quanto os cabelos recebem de atenção das pessoas, em acessórios, produtos, penteados, tinturas e escovas, entre muitos outros tratamentos e, até mesmo, "loucuras", como passar maionese para dar brilho aos fios. A atenção e preocupação com os cabelos crescem ainda mais quando achamos que os cabelos estão caindo demais e se teme a calvície.

Dr. Arthur Tykocinski, graduado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, dermatologista especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e diretor do Tykocinski Medical Group, é quem nos ajuda nessa matéria a responder alguns mitos e verdades do universo dos cabelos, incluindo o transplante capilar. Dr. Arthur tem sua prática voltada ao estudo e tratamento capilar, foi presidente do 16º Congresso Mundial de Restauração Capilar de Montreal e realizou, recentemente, apresentações no 17th Annual Scientific Meeting, evento que aconteceu em Amsterdã e reuniu os principais especialistas em transplante capilar do mundo. Confira os esclarecimentos e cuide melhor dos seus fios:

- Cada pessoa tem um ritmo diferenciado de crescimento capilar.

VERDADE. Cada indivíduo tem uma determinada velocidade de crescimento dos fios, algo como 1 a 1,5 cm/mês. Mas em alguns, ela é menor, especialmente em pessoas que tem cabelos finos. Também a duração total da fase de crescimento influi. Varia de 2 a 5 anos, sendo que nos casos em que a duração é menor, o comprimento total do cabelo será também menor. Quando a pessoa, em função de suas características individuais, combina um crescimento lento com um ciclo curto teremos um quadro de cabelos que não passam dos ombros mesmo.

- Alterações hormonais são os principais fatores que influenciam queda dos cabelos.

MITO. Na maioria dos casos, o problema não é hormonal. Pode haver muitas vezes uma influência hormonal apenas, mas dentro da normalidade. A queda de cabelo deve ser vista como um sintoma e não uma doença em si. Portanto, devemos investigar outras possíveis causas, como deficiências nutricionais, muito freqüentes nas mulheres. A calvície masculina é basicamente determinada pela genética em combinação com os hormônios masculinos, embora existam outros fatores que influenciam como estresse, nutrição e inflamações no couro cabeludo. O melhor é investigar caso a caso para ter certeza da causa e poder dar um tratamento especifico.


- A alimentação é fundamental para a saúde capilar.

VERDADE. Ter uma alimentação saudável, bem como usar suplementos alimentares pode ser um importante adjuvante no tratamento capilar. Não necessariamente resolvendo a causa básica da queda ou da calvície, mas pode contribuir muito para o tratamento, sempre com orientação médica. Além disso, na busca pela saúde e por um corpo perfeito, os exercícios físicos aumentam em muito o consumo dos micronutrientes, oligoelementos e proteínas de alto valor biológico, ricas em aminoácidos essenciais fundamentais para a beleza e saúde dos cabelos. Músculos ávidos por nutrientes podem competir com o cabelo, desestabilizando esse delicado equilíbrio. Trata-se de uma situação que merece suplementação e mais atenção na dieta. A base da alimentação saudável são verduras, legumes, muita fruta, cereais integrais, soja e peixe, além de muito líquido, como água, sucos e chá verde.


- Uma pessoa jovem pode fazer transplante capilar.