Seguidores

terça-feira, 27 de outubro de 2009

GORDURA MARROM AJUDA A QUEIMAR CALORIAS

Existe um tipo de gordura que pode ser convertido em músculo. No corpo humano há dois tipos de células de gordura. Uma é a branca, popularmente chamada de "gordura ruim", que se acumula com o excesso de comida e a falta de exercício. A outra é a marrom, conhecida por "gordura boa", com as quais os seres humanos já nascem, porém em baixa quantidade. "A gordura marrom ajuda a queimar calorias", disse o nutrólogo Maximo Asinelli.Testes de laboratório comprovaram a eficácia da "gordura boa". Foi usado um tipo de proteína, chamada de PRDM16, em células que usualmente originam músculos, assim descobriram que esta proteína neste grupo de células formava gordura marrom, nunca branca. Depois, bloqueando a produção da proteína, as células marrons de gordura convertiam-se novamente em músculos.

Há uma outra proteína, a BMP7, que também gera células de gordura marrom. Estudos feitos com ratos que receberam esta proteína indicaram que estes animais ganharam menos peso do que os outros ratos que não receberam a proteína."É importante, porém, estudar com maior exatidão a função e o papel da gordura marrom em seres humanos. Já que ela existe nos recém-nascidos, os ajudando a permanecer aquecidos, depois some com o crescimento e se forma em outros locais, como a frente do pescoço", explicou Maximo Asinelli.

Doutor Maximo Asinelli (CRM-Pr 13037)Médico NutrólogoSite: www.clinicaasinelli.comBlog: http://maximoasinelli.wordpress.comBlog: http://www.bemparana.com.br/maximosaude

domingo, 25 de outubro de 2009

COMBATA A OLEOSIDADE DA PELE E DEIXE O SOL BRILHAR SOZINHO

A primavera chegou, mas nem tudo são flores. Com a temperatura mais alta, quem sofre com oleosidade excessiva se vê diante de problemas que costumam ser mais comuns nesta época: brilho, sensação de pele engordurada, poros visivelmente abertos e dificuldade em manter a maquiagem por muito tempo.

É nessa hora que muita gente tenta se livrar do problema e acaba agravando ainda mais a situação. Isso porque a primeira atitude costuma ser a de lavar o rosto várias vezes ao dia e é aí que mora o perigo: para se defender do ressecamento causado pela lavagem excessiva, a pele passa a produzir ainda mais oleosidade. Confira as dicas da dermatologista Alessandra Nogueira para driblar o problema:

- Lave o rosto, no máximo, de duas a três vezes ao dia.

- Preste atenção à temperatura da água. Se estiver muito quente, pode ressecar a pele e induzi-la a produzir ainda mais oleosidade (efeito rebote).

- Utilize produtos que não causem ressecamento excessivo para evitar o tal efeito rebote. Uma boa dica é Dermotivin Foam 50ml. Formulado especialmente para limpar a pele oleosa sem ressecar, o produto possui extratos naturais e tem o tamanho ideal para ser lavado na bolsa ou nécessaire.

- Evite esfregar a toalha no rosto, prefira dar leves batidas para secar a pele.

- Nada de abrir mão do protetor solar por receio de deixar a pele ainda mais oleosa. Escolha um produto livre de óleo na fórmula e que não seja comedogênico, ou seja, não favoreça a formação de cravos.

- Evite exposição excessiva ao sol. Apesar da sensação de pele mais seca logo após a exposição solar, a pele tende a produzir ainda mais oleosidade na seqüência.

- Se você usa maquiagem, vale a mesma dica dos protetores solares: escolha as que têm fórmula oil free e não comedogênica.


sábado, 24 de outubro de 2009

BENEFÍCIOS DO CONSUMO DE ERVA MATE POR HOMENS


Segundo estudos atuais, a erva mate (Ilex paraguariensis) apresenta importante ação na saúde, e algumas dessas se aplicam especialmente em homens. A bebida feita da erva contém substâncias bioativas, como os ácidos fenólicos e os flavonóides, que apresentam uma ação antioxidante capaz de inibir danos celulares provocados pelos radicais livres. Com isso, o chá é capaz de prevenir alguns tipos de câncer, inclusive o de próstata, e doenças do coração, considerada a principal causa de morte entre indivíduos do sexo masculino.

Outra substância importante presente no chá e que tem sido alvo de estudos é a cafeína, que é encontrada no mate em quantidades moderadas. Segundo evidências científicas, a cafeína é capaz de estimular a função cerebral e muscular, e por isso tem sido associada a um melhor desempenho sexual, por meio do incremento do vigor físico. A ação da cafeína pode ainda promover o emagrecimento, atuando na mobilização das reservas de gordura e na sua utilização como fonte de energia.

È importante salientar que as ações do mate no organismo são desencadeadas quando a bebida é consumida regularmente, o que gera uma concentração constante das substâncias bioativas (flavonóides e cafeína) na circulação sanguínea.


Dicas de preparo

O chá mate feito pelo processo de infusão é capaz de retirar da erva mate as substâncias que apresentam benefícios a saúde. A versatilidade deste alimento permite que seja ingerido em diferentes horários do dia na forma de chá quente, frio, batido com frutas e ainda como ingrediente de preparações doces e salgadas, o que dependerá principalmente dos hábitos alimentares e preferências individuais.

*Sete refrigerantes têm substância cancerígena, revela pesquisa *

 

Em uma pesquisa com 24 refrigerantes, a Pro Teste Associação Brasileira de Defesa do Consumidor verificou que 7 têm benzeno, substância potencialmente cancerígena. O benzeno surge da reação do ácido benzoico com a vitamina C. Como não há regra para a quantidade do composto em refrigerantes, usou-se o limite para água potável: 5 microgramas por litro.

Os casos mais preocupantes foram o da Sukita Zero, que tinha 20 microgramas, e o da Fanta Light, com 7,5 microgramas. Os outros cinco produtos estavam abaixo desse limite. São eles: Dolly Guaraná, Dolly Guaraná Diet, Fanta Laranja, Sprite Zero e Sukita.

Fernanda Ribeiro, técnica da Pro Teste, diz que é difícil estudar a relação direta entre o benzeno e o câncer em humanos, mas que já se sabe que a substância tem alto potencial carcinogênico e que, se consumida regularmente, pode favorecer tumores. "Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), não há limite seguro para ingestão dessa substância", diz.

A química Arline Abel Arcuri, pesquisadora da Fundacentro (Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho) e integrante da Comissão Nacional Permanente do Benzeno, diz que o composto vem sendo relacionado especialmente a leucemias e, mais recentemente, também ao linfoma.

O fato de entrar em contato com o benzeno não significa necessariamente que a pessoa vá ter câncer há organismos mais e menos suscetíveis. "Mas não somos um tubo de ensaio para saber se resistimos ou não, e não há limites seguros de tolerância. O ideal, então, é não consumir", diz Arcuri.

O benzeno está presente no ambiente, decorrente principalmente da fumaça do cigarro e da queima de combustível. Na indústria, é matéria-prima de produtos como detergente, borracha sintética e náilon.

Nesse caso, não contamina o consumidor por se transformar em outros compostos. A principal preocupação é proteger o trabalhador da indústria.

O efeito do benzeno é lento, mas, quanto maior o tempo de exposição e a quantidade do composto, maior a probabilidade de desenvolver o tumor.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

COMO EVITAR A FORMAÇÃO DE CÉLULAS CANCEROSAS

Este é um artigo muito sério e contém as pesquisas mais recentes do Hospital Johns Hopkins de Nova York, o centro mais avançado depesquisa sobre câncer. Por favor, compartilhem com todos os seus amigos e parentes porque em se tratando de câncer, a prevenção é o melhor remédio e como poderão constatar, as recomendações são muito simples e fáceis de seguir.

COMO PERMANECER SAUDÁVEL
Recentes informações do Hospital Johns Hopkins sobre o câncer.
1. Toda pessoa tem células de câncer no corpo. Estas células cancerosas não aparecem nos testes padrões, até que elas se multipliquem em alguns bilhões. Quando os médicos dizem aos pacientes de câncer que não há mais nenhuma célula de câncer nos seus corpos, após o tratamento, isto quer dizer que os testes não podem mais identificar as células cancerosas, porque elas não atingiram o tamanho detectável.

2. Células cancerosas podem ocorrer de 6 a mais de 10 vezes na vida de uma pessoa.
3. Quando o sistema imunológico da pessoa é vigoroso, as células cancerosas serão destruídas e impedidas de multiplicar e formar tumores.
4. Quando uma pessoa tem câncer, isto significa que ela tem múltiplas deficiências nutricionais. Estas deficiências são devidas ao fator genético, ambiental, da alimentação e do estilo de vida.
5. Superar as deficiências nutricionais múltiplas significa mudança de dieta e a inclusão de suplementos, que irá fortalecer o sistema imunológico.
6. Quimioterapia impede o crescimento acelerado das células de câncer e também destrói as células saudáveis na medula óssea, na área gastrintestinal etc. e pode causar dano aos órgãos, como fígado, rins, coração, pulmões etc.
7. A radiação, enquanto vai destruindo as células de câncer, também produz queimaduras, cicatrizes e danificam as células saudáveis, tecidos e órgãos.
8. O tratamento inicial com quimioterapia e radiação muitas das vezes poderá reduzir o tamanho do tumor. Entretanto, o uso prolongado da quimioterapia e da radiação não resulta em mais destruição do tumor.
9. Quando o corpo está muito sobrecarregado com o efeito da quimioterapia e da radiação, o sistema imunológico ou está comprometido ou destruído; por conseguintea pessoa pode sucumbir a vários tipos de infecções e complicações.
10. Quimioterapia e radiação podem causar células cancerosas e mutação, se tornarem resistentes e de difícil destruição. Cirurgia também pode produzir células cancerosas e espalhar para outras áreas do corpo.
11. Um modo efetivo para combater o câncer é fazer as células cancerosas passarem fome, não as alimentando, pois elas necessitam de alimento para se multiplicarem.
ELAS SE ALIMENTAM DE: A) O açúcar é um alimentador do câncer. Tirando o açúcar, se elimina afonte de suprimento da sua alimentação mais importante.
B) O sal de mesa tem uma substância química para torná-lo branco. Esta substância ingerida em excesso causa graves danos ao sistema gastrintestinal.
C) O leite faz o corpo produzir muco, especialmente na área gastrintestinal. O câncer se alimenta do muco. Eliminando o leite e substituindo-o por leite de soja não adoçado, as células cancerosas morrem de fome.
12. Células cancerosas prosperam em um ambiente ácido. Uma dieta com base na carne é ácida; assim é melhor comer peixe e uma pequena quantidade de frango, do que ingerir carne de boi ou de porco. Carnede gado (criado em fazendas) contém antibióticos, hormônios decrescimento e parasitas, que são prejudiciais, principalmente às pessoas com câncer.
13. Uma dieta feita com 80% de legumes frescos, sucos, grãos inteiros, sementes, nozes e um pouco de frutas ajudam pôr o corpo em um ambiente alcalino. Aproximadamente, 20% delas podem ser ingeridas cozidas, incluindo os feijões.
A) Sucos de vegetais frescos provêem enzimas que são facilmenteabsorvidas e alcançam até níveis celulares dentro de 15 minutos, para nutrir e aumentar o crescimento das células saudáveis. Para obter enzimas vivas, para formar células saudáveis, tente ingerir sucos de vegetal frescos (a maioria dos legumes, inclusive brotos de feijão) e comer alguns legumes crus, duas ou três vezes por dia. As enzimas são destruídas a temperaturas de 104 graus Fahrenheit (=40 grauscentígrados).
B) Evite café, chá e chocolate, que têm alto nível de cafeína. O chá verde é a melhor alternativa.
C) É melhor beber água limpa e natural, deionizada, filtrada, paraevitar as toxinas conhecidas e metais pesados da água de torneira. A água destilada é ácida; evite-a.
14. Proteína de carne é difícil de digerir e requer muitas enzimas digestivas. Carnes não digeridas, que permanece nos intestinos, putrefaz e causa a formação de mais tóxico.
15. Células cancerosas têm (suas) paredes cobertas de proteína dura.Privando-as, ou alimentando-as com pouca carne, elas se livram demais enzimas (tóxicas) e do ataque às paredes de proteína das células cancerosas, e permite que as células protetoras do corpo destruam as células cancerosas.
16. Alguns suplementos constroem o sistema imunológico:
O IP6, Flor-essence, (flor de essência – uma mistura de ervas para fazer chá, que se acredita, tem propriedades para curar o câncer) antioxidantes, vitaminas, minerais, etc., para permitir que as próprias células protetoras do corpo destruam as células cancerosas. Outros suplementos, como vitamina E, são conhecidos por causar apoptose, (autodestruição da célula; uma espécie de sistema programadopara matá-las) – o método normal do corpo de se livrar das células estragadas, indesejáveis ou desnecessárias.
17. As células cancerosas não podem prosperar num ambiente oxigenado.Exercitando diariamente e profundamente a respiração, ajuda adquirir mais oxigênio até o nível celular. A terapia de oxigênio é outra maneira usada para destruir as células cancerosas.
18. Câncer é uma doença da mente, do corpo e do espírito. Um espírito pró-ativo e positivo ajudará o guerreiro do câncer a ser um sobrevivente. Raiva, inclemência e amargura põem o corpo em estresse,num ambiente acetoso. Aprenda ter um espírito clemente e amoroso.Aprenda relaxar e DESFRUTAR VIDA.

RECENTES INFORMAÇÕES DO JOHNS HOPKINS HOSPITAL.
1. Não coloque nenhum recipiente plástico em microondas.
2. Não coloque suas garrafas de plástico, com água, em congelador.
3. Não ponha nenhuma embalagem de plástico em microonda. Substânciasquímicas de dioxina causam câncer, especialmente câncer de mama.Dioxina são altamente venenosas às células do nosso corpo. Recentemente, o Dr. Edward Fujimoto, Gerente de Programa de Bem-estar junto ao Hospital de Castle, estava em um programa de televisão para explicar esta periculosidade. Ele falou sobre as dioxinas e de como elas são ruins para nós. Ele disse que nós não deveríamos estar aquecendo nossa comida em microonda usando recipientes de plástico. Isto se aplica especialmente para alimentos gordurosos. Disse que acombinação da gordura e alta temperatura liberam dioxinas na comida e finalmente nas células do corpo. Use vasos de vidro, como Pirex ou recipientes cerâmicos para aquecer a comida. Você obtém os mesmos resultados, só que sem a dioxina. Alimentos de TV Dinners (alimentos já prontos, congelados, sopas prontas empacotadas, etc.) deveriam serremovidos dos recipientes e aquecidos em outra coisa. O papel não serecomenda, pois você não sabe a sua composição. É mais seguro usar vidro temperado. Ele também nos lembrou que, há um tempo atrás, alguns restaurantes de fast food deixaram de usar embalagens de recipientes feitos com espumas sintéticas. Uma das razões é o problema da dioxina.Também mostrou que aquela envoltura de plástico, como o Saran,(material de plástico impermeável) é muito perigosa quando colocado por cima dos alimentos, para ser cozido no forno de microondas. Como a comida recebe altas temperaturas, (’nuke’) faz as toxinas venenosas derreterem a embalagem do plástico e gotejar para dentro da comida.Cubra o alimento com pirex ou cerâmica.


Fonte: http://www.antenadao.net/artigo-de-grande-utilidade-evite-formacao-de-celular-cancerosas-importante.html

Aprenda a comer devagar- por Mauro Scharf

Abaixo destaco interessante material que defende que devemos comer devagar.

Na macrobiótica aprendemos que devemos comer o líquido e beber os sólidos. Beber líquidos significa colocá-los na boca e ingerí-los muito lentamente fazendo com que passem de um lado para outro da boca, e só depois engolir. Por outro lado os sólidos devem ser mastigados muitas vezes, de forma lenta, até se tornarem líquidos.

Tenho notado que muitas pessoas obesas comem de forma ansiosa, sem mastigarem direito e de forma extremamente rápida, isso além de sobrecarregar o sistema digestivo ímplica no consumo de muito mais calorias adicionais ao que o que seria normal.

Vejam abaixo o texto selecionado:

Um estudo divulgado em setembro deste ano pela Universidade de Wageningen, na Holanda, mostrou a relação entre o ritmo que se come e a quantidade de calorias consumidas. Os pesquisadores constataram que comer devagar, colocando menores porções de comida na boca e mastigando por mais tempo, pode reduzir a ingestão de calorias e, consequentemente, ajudar na perda de peso. De acordo com os autores, essa prática faz com que as pessoas se sintam satisfeitas mais rapidamente, fazendo-as comer menos. O teste foi feito com pudim e revelou que as pessoas que permaneceram com o alimento na boca por nove segundos ingeriram, em média, 42 gramas a menos.

Uma outra pesquisa, publicada na revista científica American Journal of Clinical Nutrition, mostrou que, quando mulheres jovens comiam massa com tomate e queijo mais lentamente, mastigando cuidadosamente, elas consumiam 70 calorias a menos, além de se sentirem mais satisfeitas após a refeição. Acredita-se que isso acontece porque uma refeição mais lenta permite que o organismo humano dê os sinais naturais de saciedade, como distensão do estômago e mudanças nos hormônios associados ao apetite. Esses sinais, segundo a análise, alertam o organismo sobre a hora certa para se interromper o ato de comer.

Segundo Mauro Scharf, endocrinologista do Delboni Auriemo Medicina Diagnóstica / DASA, os estudos ainda são iniciais e é preciso que sejam feitas mais análises para constatar se isso acontece para todas as pessoas e com todos os tipos de alimentos. "Mas é inegável que comer devagar faz bem", reforça o especialista.

Os benefícios de saborear com calma o alimento são um dos principais focos do slow food, associação internacional sem fins lucrativos fundada em 1986, na Itália. Hoje o movimento conta com mais de 80 mil associados e tem escritórios e apoiadores em mais de 120 países. O slow food segue o conceito da ecogastronomia, conjugando o prazer e a alimentação com consciência e responsabilidade. A filosofia do grupo se baseia na ideia de que melhorar a qualidade da alimentação e arranjar tempo para saborear é uma forma simples de tornar o cotidiano mais prazeroso. No Brasil, o movimento é representado pelo site www.slowfoodbrasil.com.





Mauro Scharf lembra os cinco principais motivos pregados pelo slow food para comer devagar. O primeiro é perder peso. Segundo o movimento, o cérebro leva 20 minutos para processar que está satisfeito. Se a pessoa comer rápido, pode passar do ponto em que está satisfeita e acabar comendo mais. O segundo é apreciar a comida, fazendo das refeições um prazer gastronômico. O terceiro benefício é melhorar a digestão, já que, quanto mais trabalho se faz na mastigação, menos trabalho o estômago terá, podendo conduzir a menos problemas digestivos. O quarto é diminuir o estresse, pois comer devagar pode ser um grande exercício de concentração. Por fim, rebelar-se contra o fast food e a vida corrida, tidos pelo slow food como um estilo de vida desumano e maléfico à saúde.

Scharf lembra que o ideal é que se gaste pelo menos 30 minutos em cada refeição, mastigando várias vezes antes de engolir e em pequenas garfadas, para saborear melhor os alimentos. Outra dica é não se sentar à mesa com muita fome, pois assim acaba-se comendo tudo em poucos minutos. O especialista reforça que é importante começar a refeição com saladas verdes, já as folhas exigem mais mastigação, além de serem muito importantes para o organismo. "Mas é sempre importante lembrar que temos que saber a quantidade diária de alimento necessário para cada pessoa, que depende de fatores como o sexo, peso, atividade física e a idade", finaliza o endocrinologista.

Sobre o Delboni Auriemo Medicina Diagnóstica

O Delboni Auriemo nasceu há 47 anos em São Paulo e é considerado uma referência para o segmento de medicina diagnóstica. Com o objetivo de buscar continuamente a inovação, o Delboni criou o conceito de atendimento integrado, as chamadas MegaUnidades, uma delas construída integralmente de acordo com conceitos de sustentabilidade, na zona norte da capital, que disponibilizam mais de três mil exames de análises clínicas e diagnósticos por imagem no mesmo local. Com mais de dois mil colaboradores e 37 unidades na Grande São Paulo e Santos, a marca disponibiliza serviços e soluções diferenciados, oferecendo qualidade, confiança, credibilidade, conveniência e tecnologia de ponta como a coleta domiciliar e unidade da mulher. O Delboni Auriemo faz parte da DASA, maior empresa de medicina diagnóstica na América Latina e quinta maior no mundo. Para mais informações: www.delboniauriemo.com.br .
Sobre a DASA

A DASA é a maior empresa de medicina diagnóstica na América Latina em termos de receita bruta e população e a quinta maior rede no mundo. Com mais de 12 mil colaboradores, atende aproximadamente 55 mil pacientes por dia em 328 unidades. Processa em média, 6,5 milhões de exames por mês. Oferece mais de três mil tipos de exames de análises clínicas e diagnóstico por imagem. Atualmente, o grupo é formado por 20 marcas em treze estados - Delboni Auriemo, Lavoisier e Maximagem, em São Paulo; Bronstein, Lâmina e MedImagem, no Rio de Janeiro; Club DA, em São Paulo e Rio de Janeiro; Pasteur e Exame, em Brasília; MedLabor, em Brasília e Tocantins; Curitiba Santa Casa e Frischmann Aisengart, em Curitiba; Laboratório Álvaro, em Cascavel e Foz do Iguaçu; CientíficaLab, no Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro; Image Memorial, em Salvador; VITA Lâmina, em Florianópolis; Atalaia, em Goiás; Cedic e Cedilab no Mato Grosso; e LabPasteur e Unimagem, em Fortaleza.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Viva como as flores

Vejam que bela mensagem para uma sexta feira. Recebi por Email e vale a pena ler e refletir

Você já percebeu como é inteligente a pessoa que sabe administrar suas emoções ? E como é desagradável (para não dizer desmotivador) trabalhar do lado de pessoas negativas ou que de alguma forma absorvem tudo de errado ou ruim que acontece no ambiente ?
O texto de hoje lhe dá uma dica de como administrar suas emoções e como não se tornar uma pessoa que vive aborrecida.
Abraço, boa reflexão e bom descanso,

SEC Talentos Humanos

VIVA COMO AS FLORES
- Mestre, como faço para não me aborrecer?
Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes.
Algumas são indiferentes.
Sinto ódio das que são mentirosas.
Sofro com as que caluniam.
- Pois viva como as flores - advertiu o mestre.
- Como é viver como as flores? - perguntou o discípulo.
- Repare nestas flores - continuou o mestre, apontando lírios que cresciam no jardim.
- Elas nascem no esterco, entretanto, são puras e perfumadas.
Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas. É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem.
Os defeitos deles são deles, e não seus.
Se não são seus, não há razão para aborrecimento.
Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora...
Isso é viver como as flores...
Fonte jpMourão® (Site: www.jpmourao.cim.br / Blog: http://jpmourao.zip.net)

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Cuidado com os falsos produtos integrais

O mercado está repleto de falsos produtos integrais. São torradas, macarrões, pães e outros produtos que de integral so têm o nome. Infelizmente no Brasil esse tipo de produto é vendido normalmente. Muitas pessoas desinformadas, na boa fé consomem esses produtos autênticos fakes da alimentação saldável.

Felizmente já começam a surgir produtos de qualidade e 100% integrais, um deles http://www.plusvita.com.br/produtos.php. Essa não é matéria paga e não tenho interesse em promover empresa alguma. Simplemente estou indicando um produto de boa qualidade.

Vejam abaixo breve descrição do que é um pão integral bem como explicação sobre produtos integrais falsos. Fonte: http://wapedia.mobi/pt/P%C3%A3o

O pão integral é pão composto com farinhas integrais, ou seja, com farinhas completas às quais não foram retirados quaisquer constituintes. Durante o processo de moagem e em função do tipo de peneiração e do grau de moagem (farinha mais ou menos fina) obtêm-se farinhas mais ou menos completas. As farinhas obtidas por processos de moagem menos agressivos e sem qualquer tipo de peneiração são as verdadeiras farinhas integrais.

Existem no mercado falsos produtos integrais, constituídos com farinha refinada à qual é acrescentado farelo. Entretanto, este tipo de farinha não é integral porque lhes faltam um conjunto de constituintes que se perderam. Por exemplo, uma mistura de farinha de trigo refinada com farelo, não contém gérmen de trigo, que é o elemento mais rico do grão de trigo.

Vejam mais sobre produtos integrais em http://www.sitemedico.com.br/sm/materias/index.php?mat=1127

Ensaios clínicos randomizados e placebo-controlados fundamentam a eficácia clínica do tratamento homeopático perante o placebo

Abaixo destaco parte de trabalho científico escrito pelo Doutorando Marcus Zulian Teixeira.
Muitos céticos continuam a atacar a homeopatia. No entanto ela a cada dia ganha mais respeito e credibilidade, e atualmente ela está presente e é objeto de estudos e pesquisas em grandes universidades.

Fonte: http://pediatriasaopaulo.usp.br/upload/pdf/1248.pdf

Pesquisa clínica em homeopatia: evidências, limitações e projetos
Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) Doutorando do Departamento de Clínica Médica da FMUSP e Coordenador da Disciplina “Fundamentos da Homeopatia” (MCM0773) da FMUSP


Conclusão

Apesar dos avanços da ciência contemporânea terem acrescentado enormes progressos à medicina técnico-científica moderna, o modelo científico cartesiano, no intuito de aprofundar o estudo e o tratamento das partes constituintes do organismo físico de forma compartimentada, desprezou a relação médico-paciente e os aspectos subjetivos da individualidade enferma, tornando a medicina mecanicista, desumanizada e fragmentada na atenção integral ao paciente.

Prova deste descompasso do modelo biomédico vigente é o interesse crescente da população e da classe médica em geral por práticas não-convencionais em saúde que valorizam os aspectos humanísticos, em busca de um incremento na relação médico-paciente e de uma terapêutica que se proponha a atuar de forma integrada na complexidade enferma (unidade corpo-mente-espírito), com menos efeitos colaterais aos observados no tratamento alo-enantiopático convencional.

Aos que ainda não se conscientizaram deste movimento mundial crescente e irreversível, vale ressaltar que o Cecil Medicine, o mais importante Tratado de Medicina Interna, acrescentou em sua última edição um capítulo sobre “Medicina Alternativa e Complementar”, discorrendo sobre as principais iniciativas existentes.

Apesar das dificuldades na adaptação do modelo homeopático à racionalidade científica moderna,encontramos na literatura metanálises de ensaios clínicos randomizados e placebo-controlados que fundamentam a eficácia clínica do tratamento homeopático perante o placebo.

Para que se possa atingir um grau de evidência desejável, com um incremento na pesquisa clínica em homeopatia, novos estudos e propostas fazem-se necessários, exigindo da academia uma postura imparcial e isenta de preconceitos, permitindo que pesquisadores homeopatas imbuídos do espírito científico tenham oportunidades para discutir, aprimorar e desenvolver seus projetos.

Por outro lado, cabe aos homeopatas, detentores do conhecimento deste importante arsenal terapêutico, participarem mais ativamente na divulgação e na expansão da homeopatia, dedicando-se ao desenvolvimento de propostas nas áreas da assistência, do ensino e da pesquisa universitárias,a fim de que o exemplo e a informação possam dissolver barreiras seculares que afastam colegas da mesma profissão empenhados em diminuir o sofrimento dos mesmos pacientes.

A homeopatia, como proposta terapêutica coadjuvante, pode acrescentar segurança, eficácia,efetividade e eficiência à medicina convencional, contribuindo para minorar as queixas dos indivíduos acometidos por inúmeras doenças agudas e crônicas, como vem fazendo há mais de dois séculos.

Morte súbita cardíaca em atletas

http://www.portaldocoracao.com.br/

Sabemos que o esporte confere inúmeros benefícios para a saúde e , os riscos com essas atividades esportivas , costuma ser baixo. Os principais riscos , envolvem as complicações cardiovasculares e ortopédicas ( musculares e esqueléticas ).Esses riscos dependem de vários fatores , como o sexo , idade , aptidão física e a presença de doenças cardiovasculares ou de outra origem nesses atletas. A idade , em geral , é o principal fator de risco para os atletas.

Sabemos que durante uma atividade competitiva, o estresse cardiovascular ( associado a grandes aumentos do batimento cardíaco , da pressão arterial e da necessidade de irrigação do músculo cardíaco ) , pode ser um gatilho para um evento cardíaco fatal. Na maioria desses casos, uma arritmia cardíaca grave , chamada de fibrilação ventricular , é o mecanismo que leva à morte. A principal causa de morte súbita em atletas , são as doenças cardiovasculares.

A morte súbita durante a prática esportiva em atletas , com mais de 35 anos de idade , usualmente , relacionam-se com a doença arterial coronariana ( presença de placas de gordura , chamadas de ateromas , na parede das artérias do coração , as quais podem se romper e formar um coágulo que obstrui gravemente a artéria ) . Geralmente nesses casos , costuma haver algum fator de risco tradicional para a aterosclerose , com a hipertensão arterial , anormalidades do colesterol, tabagismo ou histórico familiar de doença cardíaca.

Em atletas com menos de 35 anos , as doenças de ordem genética e as mal-formações , predominam como as causas de morte súbita nesses atletas. Entre atletas , estudantes secundários ou universitários nos Estados Unidos , estima-se que ocorra uma morte para cada 130.000 homens e uma morte para cada 760.000 em mulheres. Um estudo italiano , que avaliou atletas ( média de idade de 26 anos ) , que tinham sido examinados antes de ingressarem em atividades competitivas , demonstrou uma média de 2.3 mortes para cada 100.000 participantes ( o risco em homens era mais do que o dobro do risco das mulheres ).

As principais causas de morte cardiovascular entre atletas com menos de 35 anos , segundo um levantamento publicado na conceituada revista médica New England Journal Medicine ( 2003 ) , são: miocardiopatia hipertrófica ( doença congênita , que acarreta um espessamento anormal do músculo cardíaco ) em 27% ; anormalidades congênitas das artérias do coração em 14% ; espessamento do músculo cardíaco de origem indefinida em 7,5% ; miocardite ( inflamação do músculo do coração , em geral , causada por um vírus ) em 5% ; ruptura de um aneurisma da aorta em portadores de Síndrome de Marfan em 3,1% ; displasia arritmogênica do ventrículo direito ( doença genética em que o tecido do músculo do ventrículo direito do coração , é substituído por tecido gorduroso e fibroso ) em 3% ; ponte intra-miocárdica ( doença em que a artéria do coração passa por dentro do músculo do coração, em uma parte de seu trajeto ) em 3% ; estreitamento congênito da válvula aórtica em 2,5% ; doença arterial coronariana em 2,5% ; miocardiopatia dilatada ( dilatação do músculo do coração ) em 2,3% e degeneração mixomatosa da válvula mitral em 2,3%.

O commotio cordis , é um trauma direto na região anterior do tórax , podendo levar a uma arritmia grave ( chamada de fibrilação ventricular ) que , se não for tratada imediatamente , leva à morte. O commotio cordis , por exemplo , pode ocorrer pelo impacto na região anterior do tórax por uma bola de beisebol ou por um trauma direto em uma partida de futebol americano. Em geral , não há um histórico de uma doença cardíaca prévia , em atletas vítimas do commotio cordis. Estima-se que cerca de 20% das mortes em atletas homens e jovens , nos Estados Unidos ( sem uma doença cardíaca prévia ), possam ser atribuídos aos casos de commotio cordis.
Atualmente , recomenda-se de forma rotineira, uma avaliação cardiológica antes do ingresso em atividades competitivas . Essa avaliação , consiste em um exame clínico , realização de alguns exames de sangue , eletrocardiograma , teste de esforço e ecocardiograma. Dependendo de cada caso , parte desses exames poderão ser repetidos , ao longo dos anos de prática esportiva.
http://www.portaldocoracao.com.br/

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Celular deve matar mais que o cigarro, diz médico

TUDO NA VIDA DEVE SER USADO APENAS O SUFICIENTE...

Celular deve matar mais que o cigarro, diz médico

O uso do celular deve matar mais que o cigarro em alguns anos, segundo estudo de um médico australiano publicado na internet. Vini Khurana, um neurocirurgião que recebeu 14 prêmios em 16 anos, pede que a população use o aparelho o mínimo possível, principalmente quando se trata de crianças.
O médico analisou cerca de cem trabalhos científicos publicados sobre o tema para chegar às suas conclusões. Segundo ele, há ao menos oito estudos clínicos que indicam uma ligação entre o uso de celulares e certos tipos de tumor no cérebro.
"Já há previsões de que esse perigo tenha mais ramificações para a saúde pública do que o amianto ou o fumo. Isso gera preocupações para todos nós, especialmente com a geração mais nova", afirma Khurana, que é professor de neurocirurgia na Faculdade Nacional de Medicina da Austrália, no estudo.

A comparação entre as mortes causadas por cigarro e por celular se deve ao fato de, atualmente, cerca de 3 bilhões de pessoas usarem esses aparelhos, número três vezes maior que o de fumantes, afirmou ele ao jornal "The Independent".
Processo lentoPara Khurana, ainda não há mais dados sobre o assunto pelo fato de a intensificação no uso dos celulares ainda ser recente. Ele afirma que o período de "incubação" --tempo entre o início da utilização do aparelho e o diagnóstico do câncer em um indivíduo-- dura de dez a 20 anos.

"Entre os anos de 2008 e 2012, nós teremos atingido o tempo apropriado para começar a observar definitivamente o impacto dessa tecnologia global nos índices de câncer de cérebro", diz ele.

Para evitar o problema, Khurana sugere, entre outras medidas, que as pessoas evitem ao máximo o uso do celular, dando preferência ao telefone fixo. Ele pede também moderação no uso de Bluetooth e de headsets (fone de ouvido com microfone) sem fio. Outra dica, de acordo com o médico, é usar o viva-voz para falar, mantendo o celular a pelo menos 20 cm da cabeça.
Em janeiro deste ano, o governo francês pediu "prudência" no uso de celular pelas crianças, apesar de não ter dados científicos que comprovem os malefícios do aparelho para a saúde.

O ministério pediu que as "famílias sejam prudentes e saibam usar estes aparelhos", lembrando que é recomendado o uso moderado do celular, principalmente pelas crianças, "que são mais sensíveis porque seus organismos ainda estão em desenvolvimento".

Para ver o artigo científico na íntegra, acesse o link abaixo: ATENÇÃO: é preciso fazer o download para ler a notícia em pdf em inglês. www.brain-surgery.us/mobph.pdf (muito bom principalmente as observações da página 62 que passo abaixo:) Fiz uma tradução sumária para facilitar. Clica nos links para ler a notíciahttp://infoip.wordpress.com/2008/04/02/celular-deve-matar-mais-que-o-cigarro-diz-medico/ http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u387545.shtml

Evitar a exposição do sistema auditivo e cérebro à radiação eletromagnética usando o telefone fixo ao invés de qualquer aparelho móvel ou telefone sem fio.Quando precisar usar o celular, coloque-o a uma distancia mínima de 20 cm. Use preferencialmente o "viva-voz"Evite transformar sua cabeça em uma antena minimizando o uso de Bluetooth e fones de ouvido não blindados.Os adultos também devem minimizar o tempo ao celular. Restringir o uso de celulares para crianças apenas para situações de emergência.Carlos Alberto Teixeira

ALIMENTOS FUNCIONAIS: VERDADEIROS REMÉDIOS

16/10 é o dia Mundial da Alimentação.Especialistas revelam como a escolha dos alimentos pode prevenir doenças e trazer benefícios ao organismo.

Quem diria que é possível prevenir diabetes, câncer, envelhecimento precoce e colesterol alto através de uma dieta rica em carboidratos, proteínas, lipídios, vitaminas e minerais. Isso mesmo, por meio dos alimentos funcionais pode-se modular as reações do organismo e criar um sistema de defesa antioxidante e eficiente para prevenir doenças. De acordo com a nutricionista Joana Lucyk, da clínica Saúde Ativa - referência em Brasília, o segredo para a melhoria da saúde e da qualidade de vida está em algumas substâncias que devem fazer parte de uma dieta habitual e, de preferência, que estejam nas refeições diárias com intervalos máximos de três horas.

A especialista em nutrição funcional explica que muitas frutas, cereais integrais e vegetais se enquadram nessa categoria. "A vitamina ''C'', por exemplo, está presente em frutas cítricas e a vitamina ''E'' pode ser encontrada em oleaginosas, como a castanha. Já o betacaroteno, em vegetais em tons verdes escuros e alaranjados. O licopeno encontra-se na melancia, na goiaba e no tomate e os compostos fenólicos estão presentes na uva, na jabuticaba, na maçã, na cebola, nos temperos naturais, no cacau, no chá verde e branco", diz a nutricionista.

TÍPICOS DA VEGETAÇÃO - Segundo pesquisas realizadas pela Universidade de Brasília e pela Unicamp, o cerrado dispõe de frutos riquíssimos em nutrientes que potencializam a longevidade. Ingá, jatobá, araticum, buriti, mangaba, pitaya, pitomba e pequi são frutos com substâncias bioativas de grande valor nutricional, essenciais para que o sistema enzimático tenha uma boa ação. "São excelentes fontes com elevados teores de vitaminas do complexo B, indicados para desativar radicais livres", destaca Lucyk.

Aos que têm dificuldade de ingerir certos alimentos por questões de paladar, a nutricionista Fernanda Damas, que também integra a Saúde Ativa, esclarece que é possível fazer combinações para estimular o consumo. "Há uma variedade de receitas para os mais diversos gostos. Entretanto, é importante considerar as aversões alimentares: se na infância o alimento é oferecido no mínimo dez vezes e há recusa, provavelmente há alguma falha na metabolização que pode levar a reações adversas com a ingestão", alerta.


Paulo LimaAthenaPress Unidade do Grupo Athenaathenapress@grupoathena.com.brwww.grupoathena.com.br

sábado, 10 de outubro de 2009

Lindo e simpático SRD rajado

Conheçam o lindo Rajjy. Ele é um autêntico SRD, convive bem com crianças e com outros animais. Deve ter entre 1,5 e 2,5 anos de idade.
Como ele é de porte grande precisa de algum espaço e muito carinho.
Ele foi encontrado magro, com a doença do carrapato e bastante abatido.
Agora eles está castrado, vermifugado, vacinado e totalmente recuperado.





terça-feira, 6 de outubro de 2009

Comer menos carne evita câncer, ataques cardíacos e o aquecimento global



Jacquelline Partarrieu
Comer menos carne evita câncer, ataques cardíacos e o aquecimento global

Ação pessoal e ação global

A Sociedade Europeia de Cardiologia anunciou que é possível trabalhar contra as mudanças climáticas e ainda se defender das doenças cardiovasculares e do câncer, tudo com uma única ação - comendo menos carne vermelha.

A criação mundial de rebanhos bovinos responde por 18% de todas as emissões de gases causadores do efeito estufa.

Por outro lado, o Fundo Mundial para Pesquisas contra o Câncer recomenda que um indivíduo não coma mais do que 500 gramas de carne vermelha por semana para diminuir seus riscos de contrair câncer. E as conexões entre o consumo excessivo de carne vermelha e as doenças cardiovasculares são bem conhecidas.

Ou seja, as doenças cardiovasculares e o câncer são duas das principais enfermidades que assolam a humanidade e que têm conexões com os mesmos fatores que influenciam as mudanças climáticas. Há outros exemplos, como a influenza e a salmonela, ligadas às zoonoses induzidas pelo crescente número de rebanhos animais.

Doenças e mudanças climáticas

A Organização Mundial da Saúde já está adotando e disseminando políticas de saúde que buscam explorar as inter-relações entre o aquecimento global e diversos tipos de enfermidades.

As associações médicas profissionais, contudo, ainda não estão fazendo o mesmo, e as conexões entre as doenças cardiovasculares e o câncer e as mudanças climáticas são um campo ainda não explorado pelos médicos no esclarecimento e na orientação dada aos seus pacientes.

Autoridade dos médicos

A Sociedade Europeia de Cardiologia está começando a defender esta prática. Segundo a entidade, é difícil para os políticos fazerem as alterações necessárias nos setores de energia, transporte, agricultura, planejamento urbano e planejamento familiar se eles não contarem com o entendimento público acerca dessas questões.

E os médicos e cientistas da área de saúde podem auxiliar na disseminação desse conhecimento na medida que têm a autoridade para endossar os novos comportamentos que podem, ao mesmo tempo, auxiliar seus pacientes a protegerem de fato sua própria saúde, assim como ajudarem a combater os efeitos que o homem está exercendo sobre o clima do planeta.

http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=comer-menos-carne-evita-cancer-ataques-cardiacos-aquecimento-global&id=4541

__._,_.___

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...