quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

PESQUISA REVELA EFICÁCIA DA COPAÍBA NA CICATRIZAÇÃO DE IMPLANTES DE SILICONE

O Brasil realiza mais de 600 mil cirurgias plásticas por ano, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). A maior parte dessas intervenções cirúrgicas é para realizar implante de silicone nos seios, cirurgia que pode causar inflamação acentuada e tornando necessário o uso de anti-inflamatórios durante o pós-operatório, mas o medicamento poderá ser substituído por óleo de copaíba, uma essência natural encontrada na floresta amazônica.


Uma pesquisa realizada por alunos do curso de Medicina da Universidade do Estado do Pará (UEPA) avaliou que a administração do óleo da copaíba, planta amazônica conhecida na região por suas propriedades anti-inflamatórias, poderia ser utilizada como agente na diminuição do processo inflamatório causado pelo implante de silicone.

O objetivo dos pesquisadores é utilizar a copaíba de forma preventiva, para evitar a ação inflamatória decorrente do implante. "Quando acontece a retração do tecido fibroso que envolve o implante, a paciente sente enorme dor, além da deformidade da mama, o que faz com que algumas pacientes necessitem passar por nova cirurgia. Nosso objetivo foi utilizar plantas medicinais da região que viabilizam um tratamento de baixo custo", diz Victor Gonçalves, bolsista participante da pesquisa.

Segundo os pesquisadores, a eficiência na diminuição do processo inflamatório e da fibrose pela administração da copaíba por via oral vai servir de base para que estudos mais avançados possam ser desenvolvidos na área.

O óleo - Na Amazônia o óleo de copaíba é utilizado para fins diversos, que vão desde tratamentos contra caspa e dermatites, até problemas gástricos e bronquites. Além de ser usado como anti-inflamatório, a copaíba também tem propriedades diuréticas, expectorantes, desinfetantes e estimulantes. É utilizada como combustível para clarear a escuridão da noite, substituindo a função do tradicional óleo diesel nas lamparinas. Na indústria, esse óleo pode ser usado para fabricação de vernizes, perfumes, farmacêuticos e até para revelar fotografias.

Veja mais sobre o óleo de Copaíba em: