sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

ALIMENTAÇÃO CORRETA GARANTE DISPOSIÇÃO NO VERÃO

Água, frutas, legumes, verduras e cereais integrais podem fazer a diferença em dias mais quentes

O verão ainda não chegou, mas as temperaturas estão cada vez mais elevadas. Como consequência, grande parte das pessoas tem menos disposição e sente mal estar físico. O motivo para isso pode estar na alimentação, já que o organismo tem um trabalho maior para manter a temperatura corporal e, enquanto ele faz a digestão, desvia parte da energia para esse processo, gerando uma sensação de peso.

A professora do curso de Nutrição da Universidade Nove de Julho (UNINOVE) e mestre em Ciência e Tecnologia dos Alimentos, Danielle Melo da Costa Leite, ressalta que o ideal é evitar as comidas muito gordurosas e de difícil digestão - como os vendidos em fastfoods -, as frituras e as bebidas alcoólicas, que provocam a desidratação.

"A hidratação adequada precisa ser uma das principais preocupações de uma pessoa. Devemos ingerir cerca de dois litros de líquidos por dia. Com relação aos alimentos, é necessário priorizar o consumo das frutas - em estado natural ou em forma de suco -, dos cereais integrais e das saladas de legumes e de verduras que, além de refrescarem, geram maior disposição e contribuem para a manutenção da forma física, pois são pouco calóricos", exemplifica a professora.

Torna-se mais fácil iniciar uma dieta para a redução de peso nesse período mais quente do ano, em virtude da predisposição do organismo em consumir menos calorias. Além disso, a maior ingestão de líquidos dá a sensação de saciedade e ainda contribui para a redução do apetite para alimentos "gordos".

Comer fora de casa nessa época também requer alguns cuidados. "Devemos nos preocupar com a segurança dos alimentos. Por isso, o ideal é evitar o consumo de sanduíches com maionese e os comercializados por ambulantes, pois podem não estar refrigerados da forma adequada, em até 5°C", alerta Danielle.

De acordo com a nutricionista, os alimentos fora da temperatura adequada podem gerar bactérias que causam diarréia, vômito e dores abdominais, provocando, inclusive, um quadro de desidratação.