sábado, 20 de fevereiro de 2010

ABANDONE O CIGARRO, ALERTA O PRESIDENTE DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA/DF


   
Pele levemente acinzentada, flacidez e rugas precoces. Essas são as marcas deixadas pelo cigarro no rosto dos fumantes. E para as mulheres, a notícia é ainda pior. "Elas sofrem mais os efeitos devastadores da nicotina, por conta da queda no hormônio feminino, o estrogênio", destaca o presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia - Regional DF, Dr. Gilvan Alves. "A droga deixa traços também nas mãos, que ganham coloração amarelada nas pontas dos dedos e placas das unhas", completa o especialista.



Dono de um dos consultórios mais tecnológicos da capital federal, o médico PE emblemático quanto aos efeitos dos tratamentos estéticos em fumantes: "esses pacientes obtêm resultados, mas nunca chegam ao resultado ideal". Nesse caso a prescrição é clara, abandonar o cigarro. "E nunca é demais lembrar que ele está ligado a um terço dos diagnósticos de câncer", lembra.

Respire Fundo - Para quem colocou o pé em 2010 com a determinação de parar de fumar e já conseguiu, Dr. Gilvan sugere algumas estratégias para resgatar a saúde e a beleza da pele. O laser CO2 é uma delas. Trata-se de uma tecnologia - testada clinicamente e aprovada pela Anvisa - capaz de reduzir rugas e amenizar linhas de expressão, além de restaur a tonicidade e a textura da pele. Estimula ainda a produção de colágeno após a remoção do tecido danificado, agindo no combate à flacidez do tecido da face. "Os resultados são visíveis logo na primeira aplicação. Uma vantagem para os pacientes é que o tempo de recuperação é inferior aos demais tratamentos de rejuvenescimento facial: de três a cinco dias", esclarece Dr. Gilvan.

Outro procedimento indicado para é a aplicação do ácido hialurônico, já consagrados nos consultórios dermatológicos. O método é bastante utilizado para quem fumou por muito tempo e, por essa razão, possui rugas comuns nos tabagistas. "A aplicação visa preencher os sulcos e tem duração de até dois anos, sendo naturalmente absorvida pelo organismo", finaliza.

Paulo Lima
AthenaPress | Unidade do Grupo Athena
(61) 3326 2066 e 8473 3509
athenapress@grupoathena.com.br
www.grupoathena.com.br