quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Creatina é Tema de Palestra no V Congresso Brasileiro de Nutrição Esportiva Funcional

A Palestra sobre Creatina será Proferida pelo Prof. Dr. Reinaldo Bassit, Nutricionista e Prof. de Educação Física da USP no dia 16 de setembro das 14h30 às 16hs em Mesa Redonda sobre Aminoácidos, que acontece no V Congresso Brasileiro de Nutrição Esportiva Funcional no Centrode Convenções Frei Caneca

A Creatina, substância sintetizada pelo organismo a partir de três aminoácidos, pode ser utilizada para diversas finalidades, explica Reinaldo Bassit. A aplicação vai desde o aumento da força e potência muscular, até o seu uso como antioxidante, no tratamento de doenças musculares, efeito neuroprotetor, no tratamento de desordens depressivas, coadjuvante no tratamento do câncer, entre outros usos. Bassit observa que seu uso deve ser contínuo e supervisionado por um profissional da área da saúde. Se a creatina for de boa procedência, qualidade e pureza, e usada da forma adequada, dificilmente ocorrerá efeitos colaterais, diz o pesquisado.
Na sua palestra sobre o tema o Prof. Reinaldo irá mostrar as novidades da creatina, principalmente na melhora e manutenção da saúde de atletas, praticantes de exercícios físicos, e até em pessoas sedentários (adultos e idosos)

O suplemento é eficaz na melhora da força muscular e aumento da massa magra, com conseqüente aumento da performance, entretanto alerta o cientista, esse processo de eficácia ocorre apenas nos exercícios ou esportes que são dependentes da ressíntese rápida de ATP (molécula de alta energia), que está vinculada ao conteúdo prévio de fosfocreatina muscular (PCR) . Esse tipo de metabolismo é característico das fibras musculares de contração rápida, as do Tipo-ll. Nos exercícios de endurance depentendes do metabolismo aeróbio, que envolvem as fibras de contração lenta Tipo-l, a performance só pode ser melhorada, com a suplementação de creatina, quando esses apresentam aumento de ritmo de prova (episódios de aumento de velocidade, por exemplo) ou manutenção das reservas de ATP durante um período prolongado de esforço. No entanto, o aumento do desempenho ainda é uma questão que deve ser melhor elucidada, uma vez que esse último é influenciado por outros inúmeros fatores, inclusive os psicológicos, explica.

Sobre prescrição de qualquer tipo de suplemento, o Nutricionista diz que o profissional da área da saúde deverá identificar a real necessidade do seu paciente frente às diversas situações, levando em consideração o estado de saúde; alimentação; composição corporal; a avaliação clínica e bioquímica; o tipo de atividade física, exercício ou esporte em questão; duração das sessões de exercício, bem como, a intensidade e freqüência (x na semana). Além disso, a segurança do uso em relação à indicação do produto é muito importante, ou seja, a qualidade do produto indicado e o conteúdo prévio de creatina muscular do indivíduo (que pode ser predito através da análise da dieta) serão os principais fatores para o sucesso do seu uso, bem como, da segurança do mesmo, uma vez que produtos de má qualidade podem virar creatinina (produto da degradação da creatina) nas prateleiras, ou conter outros produtos de impureza como a Dihidrotiazina, Dicianodiamida e o Ácido Guanidinoacético.
Perguntado se a suplementação de nutrientes e compostos ativos pode substituir uma alimentação habitual saudável, Bassit enfatiza:
“Nenhum suplemento pode substituir uma alimentação adequada. Na verdade, como o nome mesmo diz, o suplemento deverá ser utilizado para suplementar a alimentação adequada. O princípio é simples: em primeiro lugar, eu como profissional nutricionista e professor de Educação física, “arrumaria” a dieta do indivíduo, tornando esta saudável e nutritiva; em segundo plano, após uma anamnese completa do paciente com avaliação clínica geral, incluindo exames bioquímicos (no sangue), eu elegeria alguns “suplementos” nutricionais (vitaminas, minerais, aminoácidos, entre outros) para complementar ou suplementar essa dieta, levando em consideração suas características gerais frente ao objetivo escolhido. Posteriormente, haveria um acompanhamento monitorado e periódico para o controle da saúde e da necessidade das devidas adaptações dietéticas.
Se levarmos em consideração que um alimento contém inúmeros nutrientes presentes em sua composição, e que cada um destes tem uma ou mais de uma função específica no nosso organismo, a troca de um determinado alimento por um único nutriente provavelmente desencadearia uma deficiência nutricional. “Esse estado de desnutrição qualitativa, ou seja, falta de um ou mais nutrientes (Fome Oculta) no organismo, provavelmente prejudicaria seu metabolismo normal afetando negativamente a saúde”.
O Prof. Reinaldo Bassit é Nutricionista e Professor de Educação Física formado pela USP, Mestre e Doutor em Ciências, Laboratórios de Metabolismo, Fisiologia e Biofísica do Instituto de Ciências Biomédicas (IBC-I) da Universidade de São Paulo. Atualmente faz pós-doutorado no Instituto de Ciências Biomédicas da USP no laboratório de Fisiologia e Biofísica.
Serviço
VI Congresso Internacional de Nutrição Clínica Funcional
V Congresso Brasileiro de Nutrição Esportiva Funcional
Período: de 16 a 18 de setembro de 2010
Local: Centro de Convenções Frei Caneca SP (Shopping Frei Caneca)
Endereço: Rua Frei caneca, 569 Consolação- São Paulo
Inscrições e Informações www.vponline.com.br/congresso
Tel.: (11) 3582-5600 begin_of_the_skype_highlighting              (11) 3582-5600      end_of_the_skype_highlighting
Divulgação: Revista Brasileira de Nutrição Funcional (Brazillian Journal of Functional Nutrition)
Apoios: CBNF – Centro Brasileiro de Nutrição Funcional. SINESP Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo, APAN-Associação Paulista de Nutrição
Realização VP Consultoria Nutricional

Mais informações e Credenciamento para Imprensa
JM-Gestão de Comunicação e Imprensa
Atendimento: José Maria Filho
(11) 2866-2346/ 9804-1112
josemaria.jornalista@ig.com.br

Onde encontrar creatina de ótima qualidade e bom preço http://www.mundototal.com.br/Default.asp?Menu=Produtos&Act=Busca