Seguidores

terça-feira, 29 de março de 2011

Meditação

Mais de 500 estudos mostram que a  Meditação Transcendental  combate doenças relacionadas com o estresse, torna as pessoas mais saudáveis e reduz custos médicos em até 13% ao ano. A meditação reduz Internações com câncer em pelo menos 55%. A melhoria na saúde é mais significativa para grupos com mais idosos. Em termos de redução dos custos com cuidados de saúde, pessoas com o pior saúde mostram o maior benefício com a aprendizagem meditação trancedental.   ( Fonte: http://www.alkalizeforhealth.net/meditation.htm )

Marcelo Saad, em artigo publica em Veja, diz:

"A meditação possibilita um restabelecimento do equilíbrio da atividade cerebral e, consequentemente, do organismo."


Do blog Luz de Gaia, separei:

A meditação é a arte de se olhar a si mesmo por meio de uma postura física e mental. Este olhar sobre o caos que nos habita permite-nos não sermos tolos e apaziguar o fluxo desordenado do mental. Portanto, o ato de meditar permite curar o espírito. Vejam a postagem completa; Blog Luz de Gaia

Em WIKIPEDIA encontramos:

"Duração
Vinte a trinta minutos é provavelmente a duração típica de uma sessão de meditação. Praticantes experientes frequentemente observam que o tempo de suas sessões de meditação se prolongam com o tempo.


Objetivos
Os objetivos podem variar, assim como as técnicas de execução. Ela pode servir simplesmente como um meio de relaxamento da rotina diária, como uma técnica para cultivar a disciplina mental, além de ser um meio de se obter insights sobre a real natureza ou a comunicação com Deus. Muitos praticantes da meditação têm relatado melhora na concentração, consciência, auto-disciplina e equanimidade.

Variantes
Existem métodos que vem conquistando grande aceitação no ocidente, como a meditação feita em pé conhecida o zhan zhuang, devido a sua simplicidade e eficiência é muito praticada na China e Europa. É facilmente executada por pessoas com pouca flexibilidade e dificuldades nos joelhos e coluna, melhorando inclusive a postura. Facilmente praticada em qualquer local é um excelente método procurado por muitos praticantes de artes marciais experientes ou mesmo iniciantes. Esta prática é muito efetiva na redução do estresse.

Contexto


Chakras, centros de energia cultivados na meditação segundo a tradição Tantra.A divulgação das práticas de meditação no mundo contemporâneo recebeu uma grande contribuição das técnicas milenares preservadas pelas diversas culturas tradicionais do oriente.

Uma das escolas em que ela evoluiu independentemente foi o Sufismo.

Nas filosofias religiosas do oriente, como, Bramanismo, Budismo e suas variações como o Budismo Tibetano e Zen, Tantra e Jainismo, bem como nas artes marciais como I-Chuan e Tai Chi Chuan, a meditação é vista como um estado que ultrapassa o intelecto, onde a mente é posta em silêncio para dar lugar à contemplação espiritual. Esse "calar a mente" induz uma volta ao centro (meio, daí meditar), para o vazio interior.  "


Eu vejo a meditação como uma forma de conectar mente, corpo e universo. A meditação é o caminho para harmonia, equilíbrio e uma excepcional ferramenta para combatermos a ansiedade e stress. A meditação é um método ecumênico, pois não é propriedade de religião nem de filosofia alguma, apesar de serem práticas  mais comuns em algumas religiões e filosofias orientais, principalmente as orientais.

Meditar é dar oportunidade para o nosso interior centrar-se, bem como buscar alívio para a tensões e estresse que o mundo moderno nos impõe. Em momentos de meditação podemos também receber insights, encontrar soluções para questões que nos afligem.

Inspirado na meditação eu preparei essas duas postagens:

FALE COM O SILÊNCIO
É PRECISO


Vejam também: http://www.casadobruxo.com.br/textos/magia83.htm

Conheçam meu Blog Profissional, a REDEBICHOS e o Sites Treino Total ( Fitness ) e Mundo Total ( Loja Eletrônica )

http://blogdoprofessorari.blogspot.com/
http://treinototal.com.br/
http://redebichos.ning.com/
http://mundototal.com.br/









 



quinta-feira, 24 de março de 2011

Medicina anti-aging: aliada no envelhecimento saudável

Dificuldade para dormir, perder peso, danos na memória, queda frequente de imunidade e falta de libido são alguns dos sinais que indicam a hora de iniciar o balanceamento hormonal
Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa de vida do brasileiro passou de 69 anos para 72, de 1998 a 2008. O homem vive cada vez mais, o que não significa ter mais saúde. Uma população mais velha traz, inclusive, mais gastos ao governo com saúde pública. “O processo de degeneração causado pelo envelhecimento provoca 90% das doenças em adultos”, afirma Dr. Mohamad Barakat, fundador do Instituto de Medicina Integrada e especialista em medicina preventiva.

De acordo com o especialista, diante dos fatos, torna-se imprescindível que as pessoas passem a se preocupar com a melhor maneira de envelhecer, e é exatamente isso que a medicina anti-aging ou antienvelhecimento faz. “Ela atua na detecção, prevenção, cura, ou até mesmo reversão da ação do envelhecimento”. A desaceleração do sistema hormonal afeta o funcionamento das células e, consequentemente, os órgãos. “Esses fatores influenciam na personalidade, motivação, comportamento, atenção, cognição, percepção e no físico de cada um“, orienta.

Os sintomas mais comuns são dificuldade para dormir e perder peso, danos na memória, queda de imunidade e falta de libido, e costumavam aparecer somente após os 50 anos de idade, “mas o mundo moderno trouxe também a aceleração do envelhecimento e hoje em dia é possível identificar esses sintomas em pacientes já a partir dos 35 anos”, diz Barakat. Exames clínicos e laboratoriais são realizados para identificar as “falhas” presentes no organismo e, então, iniciar o balanceamento hormonal por meio de reposição de vitaminas e nutrientes, alimentação saudável e atividades físicas regulares acompanhadas por um profissional.

Dr. Mohamad Barakat está à disposição da imprensa para falar detalhadamente sobre medicina anti-aging, entre outros temas na área da saúde.

Medicina ortomolecular é eficaz no tratamento de retinopatia diabética

A doença prejudica o sistema vascular e causa alterações na retina que podem levar a perda da visão.


A saúde é uma das maiores preocupações do ser humano e a sua busca por conhecimento nesta área parece não ter fim. A cada ano novas pesquisas surgem com resultados mais surpreendentes do que os encontrados anteriormente e até tornando procedimentos médicos obsoletos visando tratamentos mais eficazes, rápidos e com custo menor. São tantas descobertas que foram criados novos ramos da medicina para tratar as doenças de maneiras diferentes.


A medicina ortomolecular, por exemplo, é considerado um ramo alternativo da área da saúde que encara o paciente como um todo e encontra as soluções em substâncias e elementos naturais. “O corpo é como uma máquina, que precisa de manutenção constante para não dar defeito e suas peças necessitam estar em harmonia para funcionar adequadamente”, afirma J.H.Tamburini, especialista em Oftalmologia do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.


O principal objetivo da medicina ortomolecular é estabelecer o equilíbrio químico do organismo, combatendo os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento. “Um exemplo é o tratamento da retinopatia diabética através de poderosos antioxidantes sob forma de manipulação ou de forma intravenosa, associado ao uso de medicação venosa e da ingestão de anti-angiogênicos, que potencializam o tratamento”, ressalta o especialista.


A retinopatia diabética é uma alteração na retina causada pelo diabetes. A doença origina radicais livres, que lesam o DNA e prejudicam todo o sistema vascular, principalmente os pequenos vasos localizados nos olhos, rins e coronárias. “Os olhos são prejudicados e as consequências vão desde visão borrada, perda repentina de visão e cegueira. A medicina tradicional trata a retinopatia com aplicação de raio laser, que traz melhoras temporárias e pode acelerar a evolução da catarata”, explica.


A vantagem de tratar a retinopatia diabética através da medicina ortomolecular é que as células sadias não são atingidas, o sistema vascular é beneficiado como um todo. A doença é estabilizada e não há o risco de desenvolver precocemente a catarata. “O tratamento é indicado principalmente na fase não proliferativa do diabetes. Quando a doença está mais avançada os resultados são menores”, esclarece Tamburini.


Serviço: José Henrique Tamburini


Médico Ortomolecular e Oftalmologista


Blog: http://drtamburini.blogspot.com


Email: jhtamburini@hotmail.com


Fone: 21 3393-8278 / 8102-0265


Endereço: Estrada do Galeão, 2500, Blobo B, sala 301.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Zumbido: o que é e suas principais causas’

Na próxima sexta-feira (04) será realizado o primeiro encontro de 2011 do Grupo de Apoio a Pessoas com Zumbido de Curitiba (GAPZ), no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, em Curitiba. O encontro tem como tema ‘Zumbido: o que é e suas principais causas’ e a palestrante será Rita de Cassia Guimarães, otorrinolaringologista, otoneurologista e coordenadora do grupo. “Mais uma vez estaremos reunindo profissionais de diferentes áreas, como a fonoaudiologia, a psicologia, a fisioterapia, a otorrinolaringologia e a odontologia para falar sobre este sintoma que atinge mais de 28 milhões de brasileiros”, afirma o ortodontista e ortopedista facial Gerson Köhler, que também faz parte do grupo.

De acordo com Köhler, o zumbido é caracterizado como um som que não existe no meio externo, mas que é percebido nos ouvidos ou na cabeça. “O zumbido não é uma doença e sim um sintoma de que algo está errado. Existem várias causas diferentes para o problema e sua origem pode estar relacionada a um ou mais sistemas ou partes do corpo simultaneamente. Por isso o tratamento multidisciplinar é tão importante para minimizar os desconfortos causados pelo zumbido, devolvendo a saúde, a vida e a auto-estima dos portadores”, explica o ortodontista.

Rita de Cassia esclarece que o sinal sonoro percebido pelo paciente pode se manifestar de diversas formas, como cachoeira, apito, abelha e até mesmo grilo. “Geralmente é originado por alterações da nossa audição, mas possui diversas causas. Danos nas células sensoriais da audição, doenças do labirinto, alterações craniofaciais e ou cervicais, e alterações vasculares ou musculares também são causas frequentes de zumbido. Alterações no colesterol, ruídos intensos e até mesmo o envelhecimento pode causar doenças do labirinto, que por sua vez podem causar zumbido”, destaca.

No caso de alterações craniofaciais ou cervicais, o paciente pode se queixar de outros sintomas além do zumbido, como dores de cabeça, apertamentos de dentes e bruxismo. “Por este motivo as questões odontológicas também estão intimamente ligadas ao zumbido, já que elas podem ser a causa ou um fator que piora o quadro. Dependendo do caso é possível minimizar o problema, mas não eliminá-lo. O mais importante é dar o primeiro passo e consultar um médico otorrinolaringologista, que após descartar problemas na estrutura interna do ouvido encaminhará o paciente a outras especialidades”, observa.

Segundo Rita de Cassia, quanto mais se aprende sobre o zumbido, maior a chance de melhorar. “O GAPZ está se tornando cada vez mais importante, já que estimula a propagação de informações sobre o problema. Por isso reunimos nossos conhecimentos e sempre nos mantemos atualizados para esclarecer as dúvidas, compartilhar informações e explicar tudo sobre o zumbido nas reuniões do GAPZ”, acrescenta.



GAPZ

O Grupo de Apoio a Pessoas com Zumbido de Curitiba (GAPZ) tem a missão de informar e atualizar as pessoas sobre o que é, as causas, consequências e tratamentos para o zumbido, visando melhorar a qualidade vida e dar esperança a quem sofre com o problema.

As palestras contam com especialistas de diversas áreas como médicos otorrinos, odontologistas, fonoaudiólogos, psicólogos e fisioterapeutas, que dão orientações e esclarecem as dúvidas dos presentes.

Os encontros do GAPZ acontecem todas as primeiras sextas-feiras do mês, no 5º andar do anexo B do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, a partir das 14 horas. O evento é aberto para qualquer pessoa, a entrada é gratuita e quem quiser colaborar pode fazer a doação de um produto de higiene pessoal. Mais informações sobre o próximo encontro podem ser obtidas através do fone (41) 3225-1665.

Serviço: Grupo de Apoio a Pessoas com Zumbido

Próximo encontro: 04 de março de 2011

Tema: Zumbido: o que é e suas principais causas.

Palestrante: Rita de Cassia Guimarães, otorrinolaringologista, otoneurologista e coordenadora do grupo.

Horário: a partir das 14h

Local: 5º andar anexo B do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná

Agendamento de presença e mais informações: (41) 3225-1665

Entrada livre

terça-feira, 1 de março de 2011

Benefícios da acupuntura na gravidez

A acupuntura pode ser uma grande aliada no período de gestação, auxiliando o corpo a se adaptar às transformações e cont

A lista dos benefícios da utilização da acupuntura no período de gestação é bastante ampla. A prática, reconhecida por suas funções analgésicas e anti-inflamatórias, ajuda a reduzir e até mesmo evitar diversos sintomas decorrentes da gravidez, como náuseas e ansiedade, além de amenizar as dores nas costas, uma das maiores queixas das gestantes.


A aplicação das agulhas estimula as terminações nervosas, que enviam mensagens ao cérebro, liberando substâncias analgésicas e desencadeando reações no organismo, como alívio da dor, relaxamento muscular e estimulação das funções imunológicas, entre outras.


O uso da acupuntura durante a gestação é um tratamento complementar seguro e efetivo para os desconfortos da gravidez. No primeiro trimestre, a indicação é voltada para amenizar enjoos, vômitos e dores de cabeça e no final, para dores lombares e insônia e ainda pode ser uma grande aliada no tratamento da azia e gastrite, sem que a gestante tenha que se submeter aos medicamentos convencionais, que podem trazer efeitos colaterais.


Mas os benefícios podem ir além. Durante as sessões o bebê também é beneficiado, visto que uma gravidez tranquila reflete no desenvolvimento do feto. Na fase do pós-parto, a acupuntura ajuda a reequilibrar as funções do organismo e a produção hormonal. Ainda, como atua no sistema nervoso central e periférico, a técnica é recomendada para casos de depressão pós-parto, que vai agir regularizando a oferta de neurotransmissores como serotonina e noradrenalina, sem os indesejáveis efeitos colaterais de medicamentos.


As sessões de acupuntura devem ser feitas de acordo com a intensidade dos sintomas apresentados. Em geral, variam de uma a duas vezes por semana. É necessário que se explique detalhadamente à paciente, cada procedimento que iremos realizar, para que o mesmo se sinta seguro quando aplicarmos as agulhas. Por se tratar de um método invasivo, as agulhas devem ser descartáveis e o procedimento deve ser exercido por médico especializado, explica o Dr. Dirceu de Lavor Sales.


É preciso considerar que a acupuntura é um procedimento invasivo e, quando realizada por indivíduos sem a devida qualificação, tem se revelado extremamente danosa. A escolha de um profissional adequado, é essencial para que o paciente possa usufruir dos inúmeros benefícios que o método comprovadamente traz, sem sofrer efeitos indesejados”, afirma Dr. Dirceu de Lavôr Sales, médico especializado em acupuntura e presidente do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura, órgão oficial da acupuntura médica do país.
CMBA - Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura (www.cmba.org.br) - órgão oficial da acupuntura médica do país, reconhecido pelo Conselho Federal de Medicina, Associação Médica Brasileira, Federação Nacional dos Médicos e Comissão Nacional de Residência Médica.


Dr Dirceu de Lavôr Sales
– Presidente do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura – CMBA
– Especialista em Clínica Médica, Acupuntura e formação em Clínica de Dor
– Supervisor da Residência em Acupuntura do HC – UFPE
– Homeopata, pós graduado em psiquiatria

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...