quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Luta contra Belo Monte

Por Herivelto Quaresma
texto originalmente publicado na revista Consciência.net

Um movimento com diversos artistas, entre produtores, atores e cineastas, se uniu na luta contra a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Segundo o manifesto, que está pedindo apoio de todos os brasileiros, o objetivo é “evitar mais um desastre ambiental de proporções gigantescas”.
“Pedimos vossa atenção para ouvir os argumentos da população do Xingu, dos ambientalistas, técnicos e cientistas verdadeiramente empenhados em achar soluções para o desenvolvimento sustentável do Brasil”, afirma o documento, endereçado à presidenta Dilma Rousseff e ao presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT/RS).




É a Gota D' Água +10 from Movimento Gota d' Agua on Vimeo.
O manifesto, que já tem entre os seus apoiadores Bruno Mazzeo e Cissa Guimarães, denuncia os “discursos ambientalistas de palanque” do governo federal, pedindo o “avanço na direção de uma discussão verdadeira em prol de políticas alternativas de geração de energia sustentável”, capazes de gerar a “energia necessária ao desenvolvimento do país, sem arruinar um ecossistema dessa magnitude.”

O pedido é pela interrupção imediata das obras de Belo Monte e a abertura de um amplo debate, de modo a convocar os brasileiros a “refletir e a opinar sobre qual modelo de progresso estão dispostos a perseguir, cientes das consequências de suas escolhas.”

O movimento, denominado Gota D’Água, possui um site e perfis nas principais redes sociais: www.movimentogotadagua.com.br

Além dos artistas, a iniciativa conta com a parceria do principal movimento de resistência comunitária, o Xingu Vivo, e do Movimento Humanos Direitos, que possui entre seus membros Camila Pitanga, Chico Diaz, Dira Paes, Letícia Sabatella, Marcos Winter, Osmar Prado e Wagner Moura, entre outros.
Acompanhe um dos vídeos promocionais da campanha pela ampliação do debate sobre a Usina Belo

Monte e o manifesto na íntegra clicando aqui.

A campanha já conta até com o apoio do humorista Paulo Gustavo (@paulogustavo31), que utiliza sua personagem da série “Absurdos” para ironizar a construção da hidrelétrica: