Seguidores

terça-feira, 13 de maio de 2014

Antes que seja tarde


É momento de parar,
Respirar profundamente.
Sentir atmosfera invadida
Por raios de sol,
E pelo prana universal.
Que penetram a aura.
Que nutrem a vida.
Que vitalizam corações.
Que dissipam temores.
É tempo de interromper
Ao frenético e alucinado ritmo
Que ao nada conduz.
Que robôs e tolos produz.
Na estúpida corrida
E desenfreada disputa,
Pelo tudo que é nada.
Pela injustiça instalada.
Pelo ouro do tolo.
É tempo de repensar
O que estamos fazendo.
Como estamos vivendo.
O que estamos plantando.
O que estamos colhendo.

Antes que nada reste.
Antes que se acovarde.
Antes da depressão.
Antes que seja tarde. 


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...