sábado, 13 de dezembro de 2008

Devemos parar de comer carne?


Existem muitos argumentos a favor e contra o vegetarianismo. Impossível ser vegetariano sem ser instrumento de chacotas e gozações variadas. Isso é normal e esperado.

Duas linhas principais existem para suportar os argumentos de quem opta por não comer carne. Uma diz respeito à saúde, inquestionável o número de pesquisas mostrando que a redução drástica de derivados de produtos animais, principalmente carne vermelha, trazem enorme benefício à saúde. Outra, diz respeito à compaixão e respeito aos animais. Talvez uma combinação das duas prevaleça para aqueles que optam por uma dieta vegetariana.

Incrível comparar um boi com uma alface. A estrutura orgânica de ambos é completamente diferente. O boi é parecido com um cachorro, reconhece o dono, demonstra algumas reações capazes de surpreender. Pessoas que já desenvolveram a capacidade de sentir alguma compaixão, se vissem uma área de abate de animais sentiriam uma mistura de tristeza, asco e impotência, por assistir tamanha barbárie.

Em alguns lugares usam cachorros como isca para pesca de tubarões, os cachorros são espetados com anzóis e sangram a noite toda, pela manhã são jogados na água para atraírem os tubarões. Abra o link abaixo e veja que situação deprimente.

http://www.territorioselvagem.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=274&Itemid=2


Na Ásia comem cachorros, existem vídeos que mostram cenas grotescas, que entristecem profundamente. Alguns na China acreditam que se os animais passam por algum stress antes de morrer, a carne fica melhor, então alguns animais são torturados antes de morrer.

Existem vídeos ou depoimentos mostrando cenas horríveis, o que para algumas pessoas causam profunda tristeza, pois denotam que boa parte dos seres humanos ainda é insensível ao sofrimento do próximo, seja o próximo uma criança, um cachorro, ou um boi. Já para outros, tais fatos causam indiferença e até são motivos de piadas.

Particularmente parei de comer carne porque quando comia eu tinha problemas sérios de saúde, tratava com medicamentos fortes e nunca melhorava. Quando parei de comer carne os problemas desapareceram. A carne está associada a muitos problemas como acido úrico, reumatismo, gota e muitas outras doenças.

Muitos que param de comer carne, acabam retornando ao hábito, pois adquirem problemas de saúde por não saberem repor a proteína que param de consumir. Nunca tento convencer ninguém a parar com a carne, mas para aqueles que desejam fazê-lo recomendo que parem aos poucos e que procurem ler sobre alimentação vegetariana, macrobiótica, alimentos funcionais, e que aprendam a ter uma alimentação equilibrada, sem isso poderão ter problemas.

Podemos também citar que a alimentação de origem animal carrega o corpo com resíduos de hormônios, antibióticos e outras substâncias nocivas. No entanto, não são menos problemáticos os agrotóxicos utilizados nos vegetais. O ideal seria buscarmos uma alimentação orgânica, seja ela de origem animal ou vegetal. Ocorre que a disponibilidade de alimentos vegetais orgânicos é muito maior. Com alguma criatividade podemos até plantar alguns vegetais em vasos nas nossas casas. Atualmente estou formando uma pequena horta residencial com ervas diversas, para isso basta um pequeno espaço.

Se devemos parar ou não de comer carne não cabe a mim responder. O que posso fazer é recomendar e esperar que todos optem por um caminho que no futuro não vá trazer dividendos negativos, sejam eles na forma de doenças diversas oriundas de uma má alimentação, sejam eles na forma de algum peso na consciência por não fazerem nada para aliviar o sofrimento dos animais que hoje não são respeitados.