Seguidores

sábado, 2 de julho de 2016

Macrobiótica Zen - Introdução



OS CAMINHOS PARA A FELICIDADE ATRAVÉS DA SAÚDE

A felicidade é, neste mundo, o objetivo de cada um de nós. Mas em que consiste a felicidade no Ocidente, especialmente na América? Admito que não sei. No Oriente ela foi definida pelos sábios, há alguns milhares de anos, como um estado criado por cinco fatores:

1º Alegria de viver, resultante de uma longevidade saudável dinâmica e interessada;
2º Libertação da preocupação com respeito ao dinheiro;
3º Capacidade instintiva de evitar os acidentes e dificuldades que conduzem a uma morte prematura;
4º Compreender amoravelmente, a ordem que governa o Universo Infinito;
5º Não sentir o desejo de ser o primeiro, por saber que os últimos se tornarão para sempre os primeiros. Isto implica na renúncia de querer ser sempre o vencedor, o vitorioso, o primeiro a liderar em qualquer situação, pois que a consecução desse alvo é garantia certa de que seremos os últimos.

Tudo muda; tudo se altera no mundo dos negócios, da política, das ciências, do matrimônio, da vida – há sempre um novo vencedor. O que hoje é o ápice da moda, dos costumes, amanhã é obsoleto. O homem humilde, aquele que não teme ser o último, conhece, portanto, um contentamento que é a essência da felicidade.

Toda a filosofia oriental consiste no ensinamento prático de como alcançar tal felicidade. É uma filosofia biológica, fisiológica, social, econômica e lógica. Para aquele que a ensina é proibido explicar a significação profunda da filosofia da constituição do Universo Infinito; deverá ser capaz de mostrar como a felicidade pode ser alcançada por nós mesmos e para nós mesmos. Não existem, pois, trata, os teóricos, mas somente práticos. A educação escolar é considerada como completamente desnecessária e até mesmo escravizante. Todos os grandes homens são autônomos e fizeram-se por si mesmos. Toda a educação profissional é considerada escravizante, e a mentalidade escrava é a causa de toda infelicidade.

Neste guia, evito explicar a filosofia Yin-Yang da felicidade, o conceito de discernimento supremo e as chaves do Reino dos Céus, tais como foram vistos por Lao Tsê, Buda, Song-Tsê e tantos outros, porque já existem numerosíssimas obras a esse respeito. A compreensão intelectual dessa filosofia será inútil se não for acompanhada de uma vivência diária cada vez mais intensa e feliz. Não podemos aprender a dominar a maneira maravilhosa e aerodinâmica de nadar dos grandes e pequenos peixes, sem entrar primeiramente dentro d'água.

Se a concepção oriental de felicidade vos interessar, experimentai o método macrobiótico 1 pelo menos durante uma ou duas semanas. Eu o recomendo após tê-lo ensinado durante 48 anos.
Estou convencido de que ele é o primeiro passo para a felicidade.
A outra alternativa, o caminho do estudo filosófico, intelectual, conceptual e teórico é longo, difícil, enfadonho, infrutífero e interminável.

Sobretudo, lembrai-vos de que esta filosofia, que é denominada “Princípio Único” é prática.
É totalmente alheia aos métodos da medicina que pretendem restabelecer a saúde do corpo, quando, na realidade, aumentam o número de pessoas enfermas e doentes por meio do emprego cada vez maior de produtos farmacêuticos e operações cirúrgicas. É simplesmente uma disciplina prática de vida que qualquer um pode seguir com grande prazer, quando e onde quiser. RESTABELECE tanto a SAÚDE como a HARMONIA DA MENTE, DA ALMA E DO CORPO, CONDIÇÃO INDISPENSÁVEL PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ.

1 - "Macrobiótica" - do grego macro, que significa grande, e bios, vida, isto é, técnica de longa vida, ou longevidade.

CONTINUAÇÃO - MACROBIÓTICA ZEN CAPÍTULO I

Para Consultorias e Palestras enviem um email  arilopes@folha.com.br

ALPHA PREMIUM CONSULTORIA E TREINAMENTOS





LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...