sexta-feira, 17 de junho de 2016

Fatores que contribuem para elevação da pressão arterial




A pressão alta é um mau silencioso que acomete e compromete a saúde de milhões de pessoas no Brasil. Segundo o Ministério da Saúde, mais de um terço da população acima de 40 anos é acometida por hipertensão. Isso é muito! O pior é que o problema avança nas faixas de idade mais jovens, chegando a acometer até crianças.


Para evitar o problema algumas medidas essenciais são muito pouco faladas. Menciono algumas poucas:


- jogue a frigideira fora ( nunca consuma frituras )
- nunca coma embutidos
- evite produtos processados, do tipo salgadinhos
- não fique com sobrepeso
- não consuma álcool com regularidade
- pratique exercícios físicos
- cuidado com vida sedentária
- coma boas poções de alimentos crus ( diariamente )
- diminua ao máximo consumo de carne vermelha
- consuma alimentos funcionais
- mastigue muito bem os alimentos
- use produtos integrais no lugar de refinados
- não consuma açúcar ou consumo o mínimo possível


Vejam um vídeo interessante e um bom texto, abaixo falando sobre fatores que aumentam o risco de se desenvolver pressão alta.





Que fatores aumentam o risco de uma pessoa desenvolver pressão alta?
A ciência médica não compreende o que provoca mais casos de pressão alta, por isso é difícil dizer como evitá-lo. Vários fatores podem contribuir para isso.

Fatores de risco que não podem ser controlados:


http://blogdoprofessorari.blogspot.com.br/2016/06/consultoria-de-alto-nivel-pacotes-de.html

Hereditariedade. Pessoas cujos pais ou outros parentes próximos têm pressão arterial elevada estão mais propensos a desenvolver por si próprios.

Os pessoas escuras são mais propensas a terem pressão alta do que os brancos, neles a pressão alta tende a ocorrer mais cedo e ser mais grave.

O aumento da idade. Pressão arterial tende a aumentar com a idade e ocorre mais freqüentemente em pessoas com mais de 35 anos de idade. Os homens têm um maior risco de pressão alta do que as mulheres até 45 anos. De idade 45-54, as percentagens de homens e mulheres são semelhantes. Após 55 anos de idade, as mulheres são mais propensas a desenvolver a hipertensão do que os homens.


Fatores de Risco Controláveis


  • Estilo de vida sedentário ou inativo. Tente praticar pelo menos 30 minutos de atividade física moderada a forte na maioria dos dias.
  • Consumo abusivo de álcool. O uso regular de álcool pode aumentar a pressão sanguínea significativamente.
  • Consumo de sal.
  • Obesidade e sobrepeso.
  • Estresse





Como o consumo de sal afeta a pressão arterial?

A maioria das pessoas consomem muito mais sal (sódio) que seu corpo necessita. O consumo excessivo de sódio aumenta a pressão arterial em algumas pessoas, levando a uma pressão arterial elevada. As pessoas diagnosticadas com pressão alta são muitas vezes colocados em dietas com restrição de sódio.

Como o excesso de peso afeta a pressão arterial?

Estudos têm demonstrado que as alterações no peso corporal ao longo do tempo e dobras cutâneas estão relacionadas a mudanças nos níveis de pressão arterial. Estes fatores têm sido relacionados ao surgimento e posterior desenvolvimento de hipertensão arterial. As pessoas que estão acima do peso são mais propensos a ter alta a pressão arterial alta.

Como a gravidez afeta a pressão arterial elevada?

Os médicos geralmente mantêm uma vigilância rígida sobre a pressão de uma mulher de sangue durante a gravidez. Algumas mulheres que nunca tiveram a pressão arterial elevada desenvolvê-la durante a gravidez, especialmente nos últimos três meses. Outras que já têm a condição de vê-la piorar durante a gravidez. Tanto a mãe e o bebê podem estar em perigo se a pressão não for tratada.

Como os contraceptivos orais afetam a pressão arterial?

Uma mulher ao tomar contraceptivos orais aumenta probabilidade de desenvolver pressão alta se ela está acima do peso, se tem pressão alta durante a gravidez, ou se tem uma história familiar de hipertensão ou ainda se tem doença renal leve.

Como outros medicamentos afetam a pressão arterial?

Alguns medicamentos podem elevar a pressão arterial e / ou interferir com a eficácia dos medicamentos anti-hipertensivos. Pessoas com pressão arterial elevada deve informar ao seu médico todos os medicamentos prescritos ou não que estiver tomando, como os abaixo citados:


  • esteróides
  • antiinflamatórios não-esteroidais (NSAIDs), como ibuprofen
  • descongestionantes nasais e outros remédios para o resfriado
  • comprimidos da dieta
  • ciclosporina (SI "klo-SPOR'in)
  • eritropoietina
  • antidepressivos tricíclicos
  • inibidores da monoamina oxidase
  • contraceptivos orais


Fonte:http://www.americanheart.org/presenter.jhtml?identifier=4650

Veja também: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=23616